Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!

Principal


 

 

07/11/2015 – PRÓXIMO ENCONTRO

 

 

INFORMAÇÕES: PROCURAR A COMISSÃO ORGANIZADORA (CONTATO

COMISSÃO ORGANIZADORA

 NILTINHO, CIDA DO "MARTINELLI", VAGNER E GILSON "NEGÃO".

 

ENCONTRO 2013

ENCONTRO 2013

 

 

ENCONTRO 2011 

FOTO OFICIAL DO ENCONTRO

 

 

 

História

    

Evolução Cronológica
1944 - É fundada a Aços Villares S.A., para comercializar barras, chapas e peças fundidas de aço.

1945 - A Usina Villares é transferida para o município de São Caetano do Sul, S.P. A empresa adquire mais um forno elétrico de 5,5 toneladas.

1947 - Implantado o primeiro laminador. A linha de produtos é ampliada.

1955 - A Aços Villares celebra acordo de assistência técnica com a empresa austríaco-alemã Gebrüder Böhler & Co. A. G., tendo em vista o aperfeiçoamento de técnicos brasileiros e a colaboração de técnicos estrangeiros na usina de São Caetano.

1957 - Inaugurado o forno Villares de 15 toneladas, que elevou a capacidade de fusão da usina de São Caetano para 35.000 toneladas anuais de aços finos. Começa a funcionar o desbastador de peças de até 400 milímetros de diâmetro, construído na própria usina.

1958 - Ampliada a capacidade de produção de aços especiais em barras e peças fundidas da Usina Villares.

1959 - A Usina Villares inaugura um moderno laboratório para análise de aços especiais e da matéria-prima empregada para a fabricação por aluminotermia de ferro-cromo, ferro-titânio e ferro-tungstênio. A prensa hidráulica de 2.000 toneladas de capacidade, a mais moderna da América Latina, começa a funcionar. Esse equipamento possibilitou a produção de blocos de matrizes essenciais à indústria automobilística.

1966 - Aços Villares recebe um laminador de grande capacidade, para barras de aço, e um forno de alta freqüência para a fabricação de cilindros temperados, utilizados na laminação de produtos siderúrgicos.

1969 - Introduzido novo processo para produção de aço líquido a vácuo, aumentando a produção da usina.

1980 - Inaugurada a maior usina de aços especiais não planos do hemisfério Sul, a VIBASA, em Pindamonhangaba, Vale do Paraíba.

1988 - A Villares adquire a Siderúrgica Nossa Senhora Aparecida, que passa a se chamar Aços Ipanema S.A. Adquire, também, a Aços Anhangüera.

1989 - Aços Villares inaugura subsidiária na Europa: Villares Steel International B. V., em Dordrecht, Holanda.

1996 - A Aços Villares assume a Eletrometal, que passa a se chamar Villares Metals S. A. A usina de São Caetano do Sul é fechada. Toda sua produção de aços de alta liga é transferida para Sumaré, S.P.

2000 - O grupo espanhol Sidenor assume 52% das ações da Aços Villares.

2002 - Realizado investimento para a modernização da prensa P3.000 t, melhorando ainda mais a qualidade dos produtos forjados e aumentando a capacidade de produção.

2004 - A Böhler-Uddeholm AG adquire da Aços Villares a Villares Metals S.A.

2007 - A Villares Metals inaugura seu Laminador Acabador Multi Line. O equipamento foi desenhado e adequado para aços longos de alta liga, único em todo o continente americano.